27/5/2019

|

#patologias

O Quadril Ruidoso (ou quadril em ressalto) é diagnosticado quando ocorrem estalos junto ao movimento do quadril.

Os estalos podem ser ouvidos e até mesmo sentidos. Em alguns casos é possível visualizar o quadril "saindo do lugar". Normalmente não existe dor quando esse "estalo" ocorre, mas é importante consultar um médico especialista em quadril para uma avaliação adequada, evitando lesões futuras.


Quadril ruidoso interno

O primeiro tipo de quadril ruidoso ocorre quando um tendão desliza sobre estruturas ósseas salientes na frente da articulação do quadril, criando tensão e, em seguida, liberando com um "estalo".


O quadril ruidoso interno geralmente é causado quando:
- O tendão iliopsoas, que conecta dois músculos internos do quadril ao fêmur (fêmur), move-se sobre uma protrusão do osso pélvico, chamada de eminência iliopectínea.
- O reto femoral, comumente chamado de músculo quadríceps, se move sobre a cabeça femoral arredondada, comumente conhecida como a “bola” da articulação do quadril e da articulação do quadril.

Tanto o tendão iliopsoas como o reto femoral são comumente chamados de flexores do quadril.

Pessoas com Síndrome do Ressalto do Quadril na área interna podem perceber que:

  • Quadril estala quando corre; quando o quadril é estendido de uma posição flexionada de mais de 90 graus, como quando se levanta de uma posição sentada; ou quando o quadril gira a perna para longe do corpo.
  • Estalar os quadris acompanhado por uma dor súbita e aguda na frente do quadril, mais precisamente dentro da virilha,
  • Dor que piora com a atividade, como irritação repetida fazendo com que o tendão inflame.
  • Início gradual dos sintomas dolorosos - a dor pode ter começado leve e piora ao longo de semanas ou meses.

Quadril ruidoso interno é o tipo mais comum e está associado à inflamação dolorosa de uma bursa localizada na frente da articulação do quadril. Esta inflamação é chamada de bursite iliopsoas.

Quadril ruidoso externo

O segundo tipo de ressalto ocorre quando um músculo ou tendão desliza sobre o osso nodoso na parte superior do fêmur, chamado trocanter maior. Esse deslizamento cria tensão seguida por uma sensação de liberação e ressalto na parte externa do quadril.


O quadril ruidoso externo é causado quando:

  • A banda iliotibial desliza sobre uma protrusão arredondada do fêmur chamada trocanter maior. A banda iliotibial é uma faixa larga de tecido fibroso que se estende para baixo do lado de fora da parte superior da perna, desde a pélvis até abaixo do joelho.
  • O músculo glúteo máximo desliza sobre o trocanter maior.

O ruído externo pode ser um sinal de que a banda iliotibial ou o glúteo máximo estão rígidos.

Pessoas com Síndrome do Ressalto do Quadril na área externa podem perceber que:

  • O encaixe normalmente ocorre durante a flexão e extensão do quadril, normalmente ao correr ou subir escadas. Também pode ser perceptível ao carregar peso.
  • O estalo do quadril é acompanhado por dor aguda e súbita sentida na sua parte externa.
  • Dor que piora com a atividade, como irritação repetida fazendo com que o tendão inflame.
  • O quadril estalando geralmente pode ser visto quando a banda iliotibial ou o músculo glúteo se contraem, fazendo com que a pele de sobreposição se arrepie.
  • Os sintomas dolorosos desenvolvem-se gradualmente; a dor pode começar leve e piorar ao longo de semanas ou meses.

A Síndrome do Ressalto do Quadril na área externa é freqüentemente associada à sensibilidade dolorosa, o que sugere que o atleta pode ter um tipo de bursite do quadril chamada bursite trocantérica. Essa síndrome também está associada a uma banda iliotibial rígida, às vezes chamada de síndrome da banda iliotibial.

Quadril ruidoso devido à lesão na cartilagem

Um problema dentro da própria articulação do quadril pode causar esse terceiro tipo de quadril ruidos.

Lesão do labrum acetabular do Quadril

É uma ruptura da cartilagem dura e flexível que toca a cavidade do quadril. Esta ruptura pode causar uma sensação de ressalto, bem como dor na região da virilha. Um estudo constatou que as rupturas acetabulares representaram 80% dos casos de quadril de ressalto interno

Lesão na cartilagem articular

Lesão que ocorre na cartilagem que cobre as superfícies dos ossos onde elas se articulam, ou se encontram umas com as outras. Esta cartilagem reduz a fricção entre os ossos na articulação, e pode ser danificada de repente a partir de uma lesão traumática ou ao longo do tempo da artrite.


Corpos soltos de quadril

É uma condição que interrompe a biomecânica normal da articulação e causa uma sensação de ruptura ou ressalto. Por exemplo, após um trauma, um fragmento de tecido mole ou osso pode se soltar e ficar preso entre a bola e o encaixe do quadril. O ressalto do quadril devido a uma lesão na cartilagem pode se desenvolver repentinamente e pode ser causado por uma queda ou outro trauma. É muitas vezes acompanhada de uma sensação de pegada e/ou uma amplitude limitada de movimento no quadril.


Diagnóstico

Através do exame físico podemos verificar aonde ocorre o estalido e quais são suas causas. Eventualmente podem ser realizados exames de imagem para um diagnóstico mais preciso

Tratamento

O uso de medicamentos antiinflamatórios em caso de dor é o tratamento inicial. Fisioterapia pode ser indicada para alongamento dos tecidos tensos que causam os ruídos/ressaltos. A cirurgia é recomendando em raros casos onde a dor não é contornada com o tratamento conservador.


Consulte sempre um especialista para uma avaliação adequada do seu caso e indicação do tratamento mais adequado.


Cuide da sua saúde com quem é especialista